A resposta é: todos. Pode ser diretor, empregado, fornecedor, prestador de serviço, cliente; e a fraude não se restringe a grandes empresas, podendo ocorrer nos três setores de atividades econômicas, seguindo o modelo adotado pelos Estados Unidos: Primeiro Setor (poder público) Segundo Setor (empresas privadas) e o Terceiros Setor (sem finalidade lucrativa).

Sendo com os diretores, é mais usual fraudar o balanço para demonstrar melhor situação econômica e financeira, objetivando conseguir aportes de recursos de terceiros. Fato quase exclusivo em grandes empresas, mesmo que, se descoberto poderá incorrer na responsabilização patrimonial dos sócios.

Se a fraude for nas demais pessoas citadas, conforme pesquisa em 2000 da KPMG no Brasil, é apontado como ela foi descoberta:

  • Controles internos: 32%;
  • Auditoria interna: 20% (grifo nosso);
  • Informação de terceiros: 12%;
  • Informação de funcionários: 12%;
  • Investigação especial: 11%;
  • Denúncia anônima: 7%;
  • Coincidência: 3%;
  • Outros: 2%;
  • Auditoria externa: 1%.

Da mesma fonte, as ações executadas, depois da descoberta das fraudes, foram:

  • Demissão voluntária: 77%
  • Investigação pela auditoria interna: 39%
  • Queixa criminal: 34%
  • Pedido de indenização: 13%
  • Outros: 9%
  • Acordo sigiloso: 8%
  • Auditoria independente: 6%
  • Comunicação à seguradora: 4%

Muitos autores abordam a matéria de fraude, citando

  • Descoberta de erros e fraudes (SÁ, 1998,);
  • Para descobrir fraudes e para impedir – (William H. Bell e Ralph S. Johns 1998);
  • Assinalar erros e fraudes e modificações indispensáveis à organização (Jules Baude 1998);
  • Evitar a ocorrência de fraudes e prejuízos (Cassaro 1997).

Para evitar fraudes em sua empresa é necessário intensificar os controles internos, instituir um canal de denúncias e implementar a utilização da auditoria.

Poderemos oferecer, sem quaisquer compromissos, propostas para execução de serviços de auditoria, bastando nos enviar um seu balancete analítico, como também efetuar um diagnóstico da situação de seus controles internos gracioso aos 10 primeiros que nos contatarem, podendo ser através deste site em contatos, ou pelos e-mails:

fiore@binahauditores.com.br e binah.rj@binahauditores.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *